Portal do Banzeiro

Portal do Banzeiro

Onze candidatos disputam a prefeitura da capital do Amazonas, Manaus, que tem população estimada pelo IBGE em 2,2 milhões de pessoas. Segundo o TSE, a capital amazonense tem um total de 1,3 milhão de eleitores. Abaixo, confira os candidatos à prefeitura em ordem alfabética:

 

Alfredo Nascimento - O candidato da coligação Trabalho Bom Merece Continuar (PL/PSDB)  tem 68 anos de idade e ensino superior completo. Ele declarou um total de R$ 3,9 milhões em bens

 

Amazonino Mendes - O candidato da coligação Juntos Podemos Mais (PSL/Cidadania/Podemos/MDB) é advogado e completa, em novembro, 81 anos de idade. Ele declarou um total de R$ 4,7 milhões em bens

 

Capitão Alberto Neto - O candidato da coligação Aliança por Manaus (Republicanos/PMN/PTB)  é deputado, tem 38 anos de idade e superior completo. Ele declarou um total de R$ 312 mil em bens.

 

Chico Preto - O candidato do Democratas é advogado e tem 51 anos de idade. Ele declarou um total de R$ 537,5 mil em bens 

 

Coronel Menezes - O candidato do Patriota tem 57 anos de idade. Militar de carreira do Exército, ele declarou um total de R$ 3,2 milhões em bens.

 

David Almeida - O candidato da Coligação Avante Manaus (Avante/PMB/PTC/PRTB/PV/DEM/Pros) tem 51 anos de idade. Ele tem ensino superior completo e declarou R$ 857 mil em bens.

 

Gilberto Vasconcelos - O candidato do PSTU, de 53 anos de idade, é professor do ensino fundamental. Ele declarou um total de R$ 250 mil em bens.

 

Marcelo Amil - O candidato do PCdoB, de 37 anos, é advogado. Não tem bens cadastrados.

 

Ricardo Nicolau - O candidato, de 45 anos, é deputado estadual e tem o superior completo. Ele é da coligação Pra Voltar a Acreditar (PSD/Solidariedade/PDT/PP/PSB). O candidato declarou um total de R$ 296 mil.

 

Romero Reis - O candidato do Novo tem 59 anos e é engenheiro. Ele declarou R$ 25,5 milhões em bens.

 

Zé Ricardo - O candidato, de 56 anos de idade, é deputado federal e tem superior completo. Ele é candidato da Coligação Manaus, pela vida, pelos pobres (PT/PSOL/Rede), e declarou R$ 1,4 milhão em bens.

 

 

Fonte:PB/Agência Brasil

 

Uma notícia sobre Paula Thomaz, a assassina de Daniela Perez, filha de Glória Perez, anda causando revolta na autora da Globo.

Em um desabafo no Twitter, Glória expôs que Paula Thomaz, que assassinou sua filha 28 anos atrás, junto de Guilherme de Pádua, anda colocando a filha para trabalhar no meio artístico. 

“Essa criminosa não tem limites. Não preservou o filho que estava na barriga, quando se fez assassina, e não preserva a filha de um meio onde terá sempre como referência ser a filha de uma assassina”, disse.

A informação foi publicada por Fábia Oliveira, do Jornal O Dia, que revelou que Paula anda circulando em um shopping da Barra da Tijuca, para levar a filha a uma agência de talentos artísticos. 

Paula Thomaz era esposa de Guilherme de Pádua, com quem Daniela Perez atuava na novela "De Corpo e Alma". Ela e Guilherme foram condenados pelo homicídio qualificado por motivo torpe, sem possibilidade de defesa da vítima, respectivamente, há 16 e 19 anos de prisão. Os dois foram soltos depois de cumprirem um terço da pena.

 

 

Fonte:PB/Famosos

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, determinou que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), detalhe em 48 horas, os motivos que a fizeram suspender os testes para o desenvolvimento da vacina Coronavac após um "evento adverso grave".

O ministro quer saber quais os critérios usados para "proceder aos estudos e experimentos concernentes à vacina acima referida, bem como sobre o estágio de aprovação desta e demais vacinas contra a Covid-19".

Lewandowski ainda citou "o relevante interesse público e coletivo" que envolve o caso e que a “saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante politicas sociais e econômicas que visem à redução do risco à doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para a sua promoção, proteção e recuperação".

Bolsonaro e a AGU já prestaram informações em resposta a um pedido do ministro Ricardo Lewandowski, relator das ações sobre o tema. O ministro já decidiu que os processos serão julgados diretamente no plenário do STF, sem emitir posição individual. A data ainda não foi marcada.

 

 

 

Fonte:PB/Agência

 

O novo técnico do Flamengo, Rogério Ceni, foi apresentado no clube no início da tarde desta terça-feira (10), e contou que chegou a enviar uma mensagem a Zico, pedindo autorização para comandar o time Rubro-Negro.

Segundo UOL, o contrato do ex-astro do São Paulo tem validade até dezembro de 2021. O primeiro jogo à frente da equipe da gávea já será  nesta quarta-feira (11), contra o São Paulo, onde Rogério Ceni fez história. O jogo acontece pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Ceni, que vai passar a morar no Centro de Treinamento Ninho do Urubu,  para estar mais perto das categorias de base, elogiou e agradeceu o apoio da torcida do Flamengo e acredita o time possa repetir as vitórias da Libertadores.

 

 

Fonte: PB/UOL


 

 

 

 

Sob protestos, o suspeito de atropelar e matar a socióloga Marina Kohler Harkot, de 28 anos, José Maria da Costa Júnior, deixou o 14º Distrito Policial (Pinheiros) no final da tarde desta terça-feira (10). 

Acompanhado pelo advogado de defesa, ele foi ouvido e liberado após se entregar a polícia. Costa Júnoir saiu do local sem falar com a imprensa e entrou no carro do defensos aos gritos de "assassino" e do nome de Marina, ditos por ciclistas que estavam na porta da delegacia. Um deles chegou a sentar sobre o capô do carro, impedindo por alguns instantes que o suspeito fosse embora.  

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do suspeito, que ainda não foi decretada pela Justiça. O mais provável, no entanto, é que o motorista não fique detido, uma vez que a legislação eleitoral impede prisões - a não ser em casos de flagrante - nos cinco dias anteriores ao pleito, que ocorre neste domingo (15).

O caso

Cicloativista e pesquisadora da USP (Universidade de São Paulo), Marina foi atingida enquanto trafegava de bicicleta pela Avenida Paulo VI, em Pinheiros, na zona oeste, às 0h17 de domingo (8). O Samu chegou a ser acionado por outras pessoas, mas a jovem morreu no local.

osta Júnior teria deixado de prestar socorro e fugido do local, segundo investigadores. Ele passou mais de 48 horas foragido até se entregar na delegacia nesta tarde, na companhia de advogados.

A avenida em que Marina foi atropelada tem quatro faixas e a socióloga estaria pedalando na última, perto do parapeito, de acordo com a investigação. Na via, a velocidade máxima permitida é de 50 km/h.

Ainda no dia do crime, os policiais conseguiram entrar em contato com o proprietário do carro, um Hyundai Tucson, mas a pessoa alegou na ocasião que vendeu o automóvel em 2017. Nesta terça, os agentes conseguiram localizar o veículo em um estacionamento no centro da capital paulista. O carro passou por perícia.

 

 

Fonte: PB/R7

 


A aprovação do governo Jair Bolsonaro (sem partido) caiu em sete capitais após o início da campanha eleitoral, segundo dados do Ibope das 26 cidades compiladas pelo site de notícias G1.

Conforme o portal do Grupo Globo, os dados mostram que a avaliação ótima/boa apresentou queda acima das margens de erro nas pesquisas realizadas entre a primeira e a segunda quinzena de outubro.

A maior variação em pontos percentuais ocorreu em Salvador e em Rio Branco, ambas com queda de 7 pontos. Na primeira rodada das pesquisas, a capital baiana já apresentava o menor índice de aprovação do governo (18%). Agora, a avaliação ótima/boa diminuiu para 11%, disse o G1.

Já Rio Branco registrava 48% de avaliação positiva na primeira rodada, percentual que caiu para 41%. 

Apesar da queda dos percentuais de ótimo/bom nas sete capitais, em apenas quatro casos foi observado um aumento simultâneo da avaliação negativa (ruim/péssimo) acima da margem de erro. Foi o caso de Vitória, Rio Branco, Florianópolis e São Luís, segundo o G1.

DATAFOLHA

Em outra pesquisa publicada neste domingo, do Datafolha, a aprovação do presidente Jair Bolsonaro caiu em São Paulo e em Belo Horizonte, duas das principais capitais do país, segundo levantamento realizado no início de novembro.

No Rio de Janeiro e no Recife, há maior estabilidade na avaliação do presidente ante levantamentos anteriores do instituto, segundo publicação no jornal Folha de S.Paulo.

Na capital paulista, a aprovação de Bolsonaro foi de 29% para 25% em relação à aferição de 21 e 22 de setembro, dentro da margem de erro de três pontos percentuais para mais ou menos de todas as pesquisas, “mas numa curva descendente”, apontou o jornal.

A reprovação, por sua vez, marcou 48%, ante 46%. Acham o governo federal regular 27%, oscilação positiva de três pontos em comparação com o fim de setembro.

Na capital mineira, o apoio a Bolsonaro foi de 40% para 35% em relação a uma pesquisa feita em 5 e 6 de outubro, disse a Folha. “Quem acha o governo ruim ou péssimo oscilou de 37% para 38%, enquanto 26% veem o presidente como regular --antes eram 23%.”

No Rio, a aprovação de Bolsonaro está estável, “com viés de baixa”, disse o jornal. Seu índice de ótimo ou bom foi de 37% para 34% em relação a 5 e 6 de outubro, enquanto o ruim/péssimo saiu de 38% para 41%. O regular permaneceu em 25%.

Já no Recife, o quadro é de estabilidade mais clara em relação ao início de outubro. Segundo o Datafolha, 28% acham Bolsonaro ótimo ou bom (eram 29%), 47% o reprovam (eram 44%) e 28% o percebem como regular (ante 23%).

 

 

Fonte:PB/Reuters Foto:Divulgação

O presidente Donald Trump se recusou a admitir que foi derrotado pelo democrata Joe Biden nas eleições dos Estados Unidos e disse, em comunicado neste sábado (7 de novembro), que a disputa ainda não terminou.

"Todos nós sabemos por que Joe Biden está se apressando em fingir que é o vencedor e por que seus aliados da mídia estão se esforçando tanto para ajudá-lo: eles não querem que a verdade seja exposta. O simples fato é que esta eleição está longe de terminar", disse Trump em um comunicado publicado no site de sua campanha.

O presidente americano argumentou que Biden ainda não foi certificado como vencedor em nenhum Estado, "muito menos de nenhum dos Estados altamente contestados para recontagens obrigatórias, ou Estados onde nossa campanha move ações legais válidas e legítimas que poderiam determinar o vencedor final".

A campanha republicana questiona a legalidade de votos enviados pelo correio, embora essa modalidade seja permita em lei no país, e afirma que observadores do partido não tiveram acesso a locais de votação, sem apresentar, porém, provas de suas acusações.

Trump disse que voltará a recorrer à Justiça para questionar os votos pelo correio. "Essa é a única maneira de garantir que o público tenha plena confiança em nossa eleição", afirmou

'Sou o vencedor'

Mais cedo neste sábado, em uma manifestação publicada por volta do meio-dia (horário de Brasília) no Twitter, Trump disse ter ganho as eleições por uma grande margem de votos.

Na rede social, um aviso da plataforma alertava aos usuários que a mensagem havia sido escrita antes de uma definição oficial da disputa.

Após Biden ter alcançado o número suficiente de delegados para vencer a eleição no colégio eleitoral, Trump voltou a fazer as mesmas acusações de seu comunicado pelo Twitter

Desde o início da apuração, o atual presidente vem fazendo afirmando ser o ganhador, mesmo quando a contagem ainda estava longe de terminar.

O presidente também tentou interromper a contagem de votos em alguns Estados com ações na Justiça, até agora sem sucesso.

Por que Biden foi declarado o vencedor?

Joe Biden foi declarado o vencedor da eleição americana no início da tarde do sábado (07/11) quando, de acordo com projeções, obteve a maioria dos votos no Estado da Pensilvânia e não poderia mais ser ultrapassado por Trump.

Isso fez com que ele garantisse 273 votos no colégio eleitoral, que elege o presidente americano, mais do que os 270 necessários para ser considerado o vencedor.

Depois, Biden também foi declarado o vencedor em Nevada, conquistando assim mais 6 votos e chegando a 279 até o momento.

Até a noite de sábado, a apuração ainda não havia sido concluída na Carolina do Norte, na Geórgia e no Arizona, mas a soma dos votos nos três Estados, de 42 votos, não faria com que Trump chegasse aos 270 votos necessários para se reeleger — atualmente, o presidente americano tem 214 votos no colégio eleitoral.

 

 

 

O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) faz uma breve análise de sete dos 11 candidatos a prefeito de Manaus e aponta quem está por trás de cada um deles.“É preciso deixar claro quem está por trás dos candidatos a prefeito de Manaus. 

Assista o vídeo publicado nas redes sociais

Eu apoio Alfredo Nascimento, mas há candidato que esconde seu apoiador. Quem engana a população não merece voto de confiança. Eleição se faz de maneira limpa e clara!”, declara.

Na gravação, Arthur Neto afirma que Amazonino Mendes é apoiado pelo senador Eduardo Braga (PMB), que não vem se manifestando e está fora da campanha nas ruas do ex-governador. 

Ele também aponta que José Ricardo (PT) representa Lula; diz que Alfredo Menezes e Alberto Neto são candidatos de Bolsonaro. Aponta ainda que David Almeida tem sido apoiado pelo Pauderney Avelino do DEM.

Segundo o prefeito, Ricardo Nicolau é o único que tem “posição escura” e tem como apoiador o senador Omar Aziz, que não se posiciona.

Arthur e Nicolau travaram uma briga nessas eleições desde a desativação do Hospital de Campanha Gilberto Novaes.

O Brasil chegou a 5,66 milhões de casos acumulados de infecção pelo novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, foram 10.554 novos registros confirmados de covid-19, totalizando 5.664.115. Os dados são do boletim do Ministério da Saúde, divulgado no fim da tarde deste domingo (8).

De acordo como Ministério da Saúde, o total de mortes em razão da pandemia é de 162.397. Nas últimas 24 horas, as secretarias de saúde acrescentaram às estatísticas 128 novos óbitos.

O estado de São Paulo é o maior em número de casos e mortes pelo novo coronavírus no país, desde o início da pandemia. Ao todo, o estado acumula 1.125.936 casos confirmados de covid-19 e 39.717 mortes. 

 

 

Fonte: PB/Agência  Foto: Fiocruz

 

Pagina 1 de 32

Quem somos

Sejam bem vindos ao Portal do Banzeiro! Para entrar em contato conosco é muito simples. Envie seu email para: portaldobanzeiro@hotmail.com  Continue visitando nosso site. Por aqui, você se mantém sempre bem informado. Abraços!

 

Jornalista JP Melo 

GERAL

Envie sua mensagem

Escreva no espaço abaixo e não esqueça de colocar seu contato e email, por gentileza. Obrigada!