A Justiça Federal do Amapá determinou que a empresa multinacional Isolux restabeleça o fornecimento de energia elétrica em todo o estado no prazo de três dias, a contar da última sexta-feira (6). A decisão do juiz João Bosco Costa Soares da Silva fixa multa de R$ 15 milhões em caso de descumprimento.

 

De acordo com a Agência Brasil, a Isolux deve apresentar em até 12 horas um plano de ações para o restabelecimento do serviço. No mesmo prazo, , deve ser constituído um grupo de trabalho com MME, Eletrobras, Eletronorte, Isolux e Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) para estabelecer os procedimentos para solução da crise energética. Além disso, foi ordenada a instauração de um inquérito do Tribunal de Contas da União (TCU) e Polícia Federal (PF) para apurar o caso.

 

Na terça-feira (3), um incêndio danificou os três geradores de eletricidade da subestação de energia da Isolux, em Macapá, gerando um apagão no estado, que também prejudicou o fornecimento de outros serviços, como água e comunicações. Até esse sábado, de acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), 65% do fornecimento de energia já havia sido retomado. 

 

 

Fonte:PB/Brasil Foto: Ministério de Minas e Energia

 

A Record TV e Luiz Bacci, âncora do “Cidade Alerta”, foram condenados a pagar indenização de R$ 30 mil por danos morais pela 2ª Vara Cível do Tribunal de Justiça. Durante o programa, o apresentador acusou um homem de cometer homicídio qualificado em abril. No entanto, ele não tinha envolvimento com o caso transmitido no ar. 

De acordo com informação do site “Observatório da Televisão”, Gessi Marcos Ribeiro dos Santos foi apontado como terceiro suspeito de um crime cometido por seu sobrinho. Nos autos, o homem alegou que, após a divulgação da matéria, virou alvo de uma “caçada” nas redes sociais de pessoas que acreditam que ele era um criminoso. Devido à exposição, ele precisou apagar os perfis e se isolar.  

Para a juíza de direito Beatriz Sylvia Straube de Almeida Prado Costa, o Cidade Alerta, Luiz Bacci e a Record ultrapassaram a liberdade de imprensa protegida por lei, ofendendo a dignidade e a honra do homem.  A Record TV e Luiz Bacci ainda podem recorrer da decisão.  

 

 PortaldoBanzeiro/Famosidades/Foto:Diculgação

 

Quem somos

Sejam bem vindos ao Portal do Banzeiro! Para entrar em contato conosco é muito simples. Envie seu email para: portaldobanzeiro@hotmail.com  Continue visitando nosso site. Por aqui, você se mantém sempre bem informado. Abraços!

 

Jornalista JP Melo 

GERAL

Envie sua mensagem

Escreva no espaço abaixo e não esqueça de colocar seu contato e email, por gentileza. Obrigada!