O ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, determinou que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), detalhe em 48 horas, os motivos que a fizeram suspender os testes para o desenvolvimento da vacina Coronavac após um "evento adverso grave".

O ministro quer saber quais os critérios usados para "proceder aos estudos e experimentos concernentes à vacina acima referida, bem como sobre o estágio de aprovação desta e demais vacinas contra a Covid-19".

Lewandowski ainda citou "o relevante interesse público e coletivo" que envolve o caso e que a “saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante politicas sociais e econômicas que visem à redução do risco à doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para a sua promoção, proteção e recuperação".

Bolsonaro e a AGU já prestaram informações em resposta a um pedido do ministro Ricardo Lewandowski, relator das ações sobre o tema. O ministro já decidiu que os processos serão julgados diretamente no plenário do STF, sem emitir posição individual. A data ainda não foi marcada.

 

 

 

Fonte:PB/Agência

 

Quem somos

Sejam bem vindos ao Portal do Banzeiro! Para entrar em contato conosco é muito simples. Envie seu email para: portaldobanzeiro@hotmail.com  Continue visitando nosso site. Por aqui, você se mantém sempre bem informado. Abraços!

 

Jornalista JP Melo 

GERAL

Envie sua mensagem

Escreva no espaço abaixo e não esqueça de colocar seu contato e email, por gentileza. Obrigada!